Mais Acessadas

Segunda empresa mais sustentável do mundo é brasileira

Ranking de consultoria canadense elege Natura pelo uso racional de recursos naturais


Em 20 de fevereiro, 2013 - 16h04 - Negócios

A Natura foi classificada como uma das empresas mais sustentáveis do mundo. O reconhecimento se deu por meio do Corporate Knights, grupo canadense de produtos financeiros, mídia e pesquisa que elabora o Global 100, ranking das empresas com as melhores práticas de sustentabilidade.


A Natura investe 2,67% da receita em pesquisas de inovação para viabilizar projetos e ações que contribuam para a conservação do meio ambiente

A maior fabricante brasileira de cosméticos e líder no setor de venda direta no país recebeu o reconhecimento pela quarta vez. Em 2010, primeiro ano em que fez parte da lista, ocupou o 99º lugar. Em 2011 ocupou a 66ª posição e, em 2012, entrou para o seleto grupo das mais sustentáveis do mundo, com a obtenção da 2ª classificação. Em 2013, repete a 2ª colocação alcançada no anterior e registra a porcentagem de 73,78% no ranking geral de avaliação. A primeira colocada na edição 2013 do ranking é a Umicore, empresa belga de materiais de tecnologia, metalurgia e químicos.


A linha Natura Ekos possui embalagens refis, prática pioneira implementada para incentivar à redução de resíduos e a diminuição da quantidade de gás carbônico emitida

A Corporate Knights analisou mais de quatro mil empresas de médio e grande porte para elaboração do ranking. A análise foi baseada em métricas inovadoras de ações sustentáveis, como quantidade emitida de CO2, uso racional de energia e água, além de tratamento adequado do lixo. A pesquisa é feita em 22 países.

A Corporate Knights, que se autodenomina 'uma empresa de capitalismo limpo', encarta trimestralmente uma revista homônima nos jornais The Globe and Mail (Canadá) e The Washington Post (Estados Unidos). O ranking Global 100 está publicado na edição 42 da revista Corporate Knights e pode ser acessada aqui.


Como parte de seu comportamento empresarial sustentável, a Natura substituiu o álcool tradicional pela versão orgânico em toda linha de perfumaria

Um dos itens avaliados pelo grupo canadense, por exemplo, é o investimento das empresas  no desenvolvimento de pesquisas de inovação para elaboração de projetos sustentáveis. Nesse segmento, a Natura investe aproximadamente 2,7% da receita.

Sobre a Natura - Fundada em 1969, a Natura é a maior fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza e líder no setor de venda direta no Brasil, com uma receita anual superior a R$ 5,5 bilhões. Sediada em Cajamar, São Paulo, a companhia conta com quase sete mil colaboradores, que atuam nas operações do Brasil, Argentina, Chile, México, Peru, Colômbia e França.

A paixão pelas relações fez a companhia adotar a venda direta como modelo de negócios e atualmente reúne mais de 1,518 milhão de consultoras, que disseminam a proposta de valor da empresa aos consumidores. No ano passado, destinou R$ 146,6 milhões e lançou 164 itens, atingindo um índice de inovação, percentual da receita proveniente de produtos lançados nos últimos dois anos, de 64,8%.
 
Fotos: Arquivo Natura