Mais Acessadas

Ovos de Páscoa podem custar até R$ 100


Em 01 de abril, 2011 - 11h11 - Economia



A menos de um mês da Páscoa, recente pesquisa aponta que o preço dos motivos de chocolate está bem mais caro este ano. Os reajustes chegam a 10%, mas há produtos custando até R$ 100. Para abastecer o mercado, a cada ano, a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates (Abicab) aumenta a produção. Em 2011, a estimativa é que as vendas aumentem entre 4% e 10%.


O Brasil é hoje um dos maiores produtores de ovos de Páscoa. O consumo aumenta a cada ano, assim como as lojas estão oferecendo esses produtos cada vez mais cedo. As novidades também são muitas. Mas a sofisticação, seja na embalagem, sabor ou nos brindes, reflete no preço. O tamanho do ovo também determina se ele será mais caro ou mais barato.


Os motivos são diversos. Personagens como Disney, Hello Kitty, Ben 10, Homem Aranha, Fadas, Moranguinho, Meninas Super Poderosas, Princesas, Transformers, Bob Esponja e Turma da Mônica são apenas alguns dos exemplos do que se pode encontrar nas lojas. Mas apesar da estimativa da indústria, de reajuste de 4% em relação ao ano passado, na prática, os preços nos supermercados, magazines e lojas de departamento são bem maiores e não devem ficar inferiores à inflação do período, que gira em torno de 6%.


Preços - Levantamento realizado desde o início do mês pelo Dieese encontrou o ovo mais barato (50g), com custo médio de R$ 4,17 (com preços que variam entre R$ 3,85 a R$ 4,68), e o maior (1 kg), que está custando, em media, R$ 58,67 (com preços entre R$ 56,99 a R$ 59,51).


A pesquisa também abrangeu outros motivos de chocolate, como os tabletes, que estão sendo comercializados em formatos e pesos diferenciados. Os de 160g até 180 g estão custando, em média, entre R$ 3,75 a R$ 5,07. Já a caixa de bombons de chocolate (400g) está entre R$ 6,44 a R$ 7,11 (dependendo da marca e do local de compra). Já as caixas de 193g estão custando, em média, R$ 3,75.


A coleta de dados incluiu as marcas mais famosas do mercado, vendidas nestes estabelecimentos, mas segundo o Dieese, há outras mais sofisticadas, cujo ovo de Páscoa pode custar até R$ 100.


Apesar dos preços altos, a estimativa é que o aumento das ofertas e das promoções, com a proximidade da Páscoa, facilite o acesso da população.

 

Redação Portal ORM