Mais Acessadas

PSDB de SP elege dirigentes que vão escolher candidatos em 2012


Em 11 de março, 2011 - 07h07 - Política

 


O PSDB vai realizar neste domingo (13) as convenções zonais e municipais que vão determinar o comando do partido durante as eleições municipais de 2012. Na capital paulista, serão eleitos os 52 dirigentes zonais que, por sua vez, vão escolher o novo diretório municipal em 10 abril. O presidente estadual do PSDB, Antonio Carlos Mendes Thame, disse ao G1 que a partir de segunda-feira (14)  começam a surgir os primeiros candidatos.

 


'Primeiro se elegem os zonais e em função dos resultados das zonais é que as pessoas se articulam para formar chapas em função de seu poder de fogo, de barganha. A partir de segunda-feira começam a surgir as eventuais candidaturas para o diretório municipal da capital. Nas outras cidades do interior, as eleições já são para a escolha do diretório municipal', disse Thame. De acordo com ele, na maioria das cidades do interior onde haverá eleição do diretório municipal há apenas uma chapa.

 


Por enquanto, nos bastidores são discutidos dois nomes: de um lado, o deputado estadual Carlos Bezerra. De outro, o do secretário estadual de Gestão Pública, Júlio Semeghini, um dos principais aliados de Alckmin em 2008, quando o hoje governador enfrentou resistência de parte do PSDB a sua candidatura à Prefeitura de São Paulo. Mendes Thame disse que não foi procurado por nenhuma das partes. O G1 procurou a assessoria de Semeghini, mas ele não ligou de volta. Carlos Bezerra, que tem apoio da maioria dos vereadores paulistanos, disse que qualquer decisão depende antes da eleição para os zonais.

 


Thame afirmou que não há divisão interna no partido. 'Não há nenhuma divisão. É harmonia total. Não há nenhuma postulação baseada nestas pseudodivisões. O partido está harmônico, preocupado apenas em fortalecer-se com vistas às eleições de 2012'. Para Thame, o principal desafio agora é estruturar o partido em cerca de 40 municípios onde o PSDB não existe. 'Estamos formados em mais de 600 cidades. Faltam ainda umas 40 cidades. Pretendemos de hoje até setembro formar o partido nestas cidades, para que possamos em 2012 ter candidatos em todos os municípios paulistas'.

 


Além de São Paulo, haverá eleições zonais em outras cinco cidades com mais de 500 mil eleitores: Campinas, Guarulhos, Santo André, São Bernardo do Campo e Osasco.

 

Fonte: G1