Mais Acessadas

Dia do hamburguer é comemorado nesta sexta-feira


Em 28 de maio, 2010 - 11h11 - Negócios


Nesta sexta-feira (28), no Dia do Hambúrguer, os fãs da iguaria podem comemorar a data saboreando o sanduíche mais conhecido do planeta: o Big Mac. Reconhecido pelo célebre jingle, os sete ingredientes - dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles num pão com gergelim - é cantado nos 118 países onde a rede está presente. Criado em 1967 por Jim Delligatti - então operador de Pittsburgh, nos Estados Unidos, o famoso sanduíche tornou-se indicador para análise de políticas cambiais há 24 anos, quando a conceituada revista inglesa The Economist criou o "Ìndice Big Mac", como referência aos preços do produto em várias moedas. 

A primeira campanha do Big Mac foi ao ar nos Estados Unidos em 1969 e desde então já foram veiculados diversos comerciais. Adaptado à cultura local, na Ìndia, por exemplo, em respeito aos hábitos religiosos da maioria hindu, a versão local do sanduíche é o Maharaja Mac, com hambúrgueres de carne de carneiro. No restante dos países, é feito com 100% de carne bovina. Só no Brasil, foram produzidos 20 mil toneladas de carne em 2009 para atender os 1,6 milhão de clientes diários nos 577 restaurantes da rede no país. 

Uma das prováveis histórias sobre a origem do hambúrguer vem do século XIII, quando cavaleiros moíam a carne e após longos trajetos o alimento se transformava em uma massa. Já no século XVII, integrantes de tribos da Ásia Ocidental passaram a temperar a carne bovina, finamente picada, para prolongar sua durabilidade. Os marinheiros alemães conheceram a receita e passaram a cozinhar a carne, que virou prato típico da culinária alemã. E foram os alemães da cidade de Hamburgo, detentores da tradicional receita, que a apresentaram aos norte-americanos no século XIX. Os americanos acrescentaram o pão à carne do hambúrguer e o sanduíche tornou-se referência mundial. No Brasil, o hambúrguer conquistou os brasileiros em 1952.