Mais Acessadas

Pais entregam acusados de matar estudante da UFPA


Em 22 de maio, 2010 - 14h02 - Polícia



Os dois adolescentes acusados do latrocínio que vitimou Roberto Ribeiro Lobato, de 22 anos, estudante de Odontologia da UFPA (Universidade Federal do Pará), morto na quarta-feira (19), se entregaram na noite desta sexta-feira (21) ao diretor interino da Data (Divisão de Atendimento ao Adolescente), delegado Itamar Dantas. Um adolescente de 17 anos foi apresentado aos policiais pela sua mãe. Logo depois o pai de um outro jovem, também, de 17 anos, levou-o à Data.

Os dois jovens fizeram exames de pólvora combusta e prestaram depoimento ao delegado Itamar Dantas e à diretora da seccional do Comércio, delegada Cristiane Lobato, responsável pelo inquérito policial. O adolescente que foi levado pela a mãe à Divisão negou qualquer envolvimento no caso, mas o outro confessou participação no crime, e acusa o primeiro de ser o autor dos disparos que mataram o estudante. A polícia procura, agora, um terceiro envolvido, um homem conhecido como 'Mazinho'. Os adolescentes moram em áreas próximas à Cidade Velha, onde aconteceu o crime.

A mãe do primeiro adolescente a se apresentar na Data disse ao delegado que decidiu entregar o filho à polícia porque ele estava sendo perseguido por policiais e familiares da vítima. 'O crime envolveu três pessoas, dois adolescentes e uma terceira, um adulto. Temos informações de que se trata do Mazinho', disse o delegado Itamar. A princípio, os investigadores da Seccional do Comércio trabalhavam com informações de que haveria três pessoas envolvidas no latrocínio, das quais duas seriam irmãos, um de 17 anos e outro de 21 anos.

Com informações de O Liberal