Mais Acessadas

Zidane diz que não se arrepende de cabeçada em italiano


Por: Redao Online Em 18 de dezembro, 2007 - 11h11 - Rainhas

O craque francês Zidane pediu desculpas nesta quarta-feira (12), mas não lamentou a cabeçada que deu no zagueiro italiano Marco Materazzi, na decisão da Copa do Mundo contra a Itália, no domingo (09), em Berlim.

Em entrevista dada a um canal francês, Zidane afirmou que Materazzi ofendeu a mãe e a irmã do jogador. 'Ele (Materazzi) disse palavras muito duras sobre minha mãe e minha irmã. Tentei não lhe dar ouvidos, mas ele continuou repetindo', afirmou Zidane.

O jogador pediu desculpas às crianças e aos torcedores, mas disse que não está está arrependido. 'Não era algo a se fazer. Quero deixar isso claro, porque foi assistido por dois bilhões de pessoas e por milhões de crianças. Quero pedir desculpas a elas, mas não posso me arrepender do que fiz, porque isso significa que ele (Materazzi) estaria certo em dizer o que disse', acrescentou.

Zidane foi expulso aos cinco minutos do segundo tempo da prorrogação. A Itália acabou ganhando a França nos pênaltis por 5 a 3, após empate de 1 a 1 no tempo normal e no tempo extra. A cabeçada dada no italiano repercutiu no mundo inteiro, mas apesar do incidente o francês ganhou a 'Bola de Ouro' como melhor jogador do torneio.

Hoje, no entanto, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que poderia perder o prêmio por causa da agressão. 'Este prêmio não é a Fifa quem o designa, mas uma comissão internacional de jornalistas. Mas o Comitê Executivo da Fifa tem o dever de intervir quando ocorrem comportamentos contrários à ética esportiva', afirmou.