Mais Acessadas

Em dois minutos, Itália faz dois gols e elimina Alemanha


Por: Redao Online, com informaes do Globo Online Em 18 de dezembro, 2007 - 11h11 - Rainhas

Nos dois últimos minutos da prorrogação, que levaria a decisão da primeira vaga na final da Copa do Mundo para os pênaltis, a Itália marcou dois belos gols e eliminou a equipe da casa, a Alemanha, nesta terça-feira (04). O jogo terminou empatado em 0 a 0 no tempo normal. A Azurra ganha moral no caminho rumo ao tetra.

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente. Sem saída de bola, Alemanha e Itália tinham dificuldades para armar jogadas de ataque. Foram muitos erros de passe. Mas a Azzurra esteve melhor. Logo no início, Pirlo soltou a bomba da intermediária e Lehmann defendeu sem dar rebote. A outra boa chance italiana veio em uma cabeçada de Camoranesi, por cima do gol alemão.

Com Ballack participando pouco da partida, a Alemanha só chegou uma vez com perigo. Pirlo errou passe no meio-campo e Klose viu Schneider entrar livre pela direita. Mas o meia chutou por cima do travessão na saída do goleiro Buffon.

No fim, a Itália teve 58% de posse de bola no primeiro tempo e deu cinco chutes a gol contra apenas três da Alemanha.

No segundo tempo, com o apoio da torcida, a Alemanha passou a pressionar mais. Porém, não conseguia furar o eficiente bloqueio italiano. A primeira chance só surgiu aos 18 minutos, quando Aos 18 minutos, Poldoski recebeu passe na área e chutou em cima do goleiro Buffon, que defendeu.

Aos 36 minutos, o árbitro marcou falta de Cannavaro em Poldoski na entrada da área. Chance de ouro. Os torcedores cantam, batem palmas. Mas Ballack cobra mal, por cima do travessão. A Itália, recuada, deu apenas um chute a gol em todo o segundo tempo. E o jogo foi para a prorrogação.

Disputado - A prorrogação teve trinta minutos de intensa emoção. Logo com dois minutos, a Itália acertou duas bolas na trave. Primeiro, com Gilardino, que recebeu na área e girou. O chute, rasteiro, bateu na trave esquerda de Lehmann, que assustado, apenas torceu. No ataque seguinte, Zambrotta mandou uma bomba da entrada da área. A bola explodiu no travessão e foi para fora.

A resposta alemã veio quando Ballack fez o passe para Odonkor, que cruzou. Poldoski apareceu completamente livre na marca do pênalti para cabecear. Mas a bola foi para fora. Foi o primeiro erro de marcação italiano na partida. Mas Grosso e Del Pierro marcaram os gols da vitória italiana.