21 de maio, 2014 - Belém

O Re-Pa já começou e está quente, mas nos bastidores


Re-Pa: artimanhas dão o tom da decisão

Quando o Paysandu poupa meio time do jogo e principalmente da viagem a Salgueiro/PE na Série C, quando o Remo briga para ocupar o banco de reservas junto ao túnel para pressionar um dos assistentes da arbitragem, as artimanhas dão o tom da decisão que começa amanhã. É no rumo dessas atitudes que está a conduta de azulinos e bicolores, presos a detalhes que podem ser decisivos.

Em campo, jogadores habituados a decisões e com maior influência sobre os colegas deverão ser fundamentais de ambos os lados. No Papão, Charles, Augusto Recife e Lima. No Leão, Fabiano,  Dadá e Leandro Cearense. Mas são as opções e estratégias dos técnicos Mazola Júnior e Roberto Fernandes que devem ditar o rumo da decisão. Para o Paysandu pesa muito a vantagem de dois empates, que funcionou para o Remo na decisão do primeiro turno. Isso coloca o Papão mais perto da conquista do turno, enquanto o Leão pode se considerar mais perto do título máximo, por ter conquistado a Taça Cidade de Belém.

Dewson e sua missão no Re-Pa

A opção de Remo e Paysandu por arbitragem local para dois Re-Pas da decisão do 2º turno foi surpreendente pelo fato de terem importado trios da Fifa para jogos menos importantes. Mas pode ser também uma retomada de espaço pelos nossos árbitros, dependendo do que fizerem Dewson Fernando amanhã e Joelson Cardoso na próxima quarta-feira. E os dois terão que ser muito firmes no trabalho, tal a pressão que vão sofrer, justamente por serem paraenses.

Dewson, aspirante à Fifa, tem lastro suficiente para dar conta do recado com louvores. É um árbitro que começou a apitar aos 13 anos em jogos de rua, torneios de quintal, até ingressar na FPF e apitar por dois anos em competições de bairros como Tapanã, Benguí, Tenoné e distrito de Icoaraci, tendo passagem ainda pela Liga de Ananindeua. No futebol profissional viveu sua primeira experiência no dia 29 de dezembro de 2005, no jogo Águia 3 x 1 Sport Belém, em Marabá. Agora já tem no currículo importantes jogos da Copa do Brasil e de todas as séries do Campeonato Brasileiro, especialmente da Série A. Em breve deverá subir ao quadro efetivo da Fifa para uma carreira internacional. Portanto, tem credencial mais do que suficiente para a missão.

Aspirante à Fifa fora da festa por parentesco

A posição de árbitro assistente aspirante à Fifa fatalmente garantiria Márcio Gleidson Corrêa Dias com a bandeira num dos dois Re-Pas da decisão. Mas ele está fora por ser irmão do gerente de futebol do Remo, Emerson Dias. Uma prevenção natural, para evitar qualquer suspeição.

Para a primeira partida, amanhã, Dewson Fernando será auxiliado por Lúcio Ipojucan Ribeiro de Silva Matos e Rafael Bastos Cardoso. O quarto árbitro é Gustavo Ramos Melo. Para a decisão do turno, Joelson Nazareno Ferreira Cardoso terá como auxiliares Heronildo Sebastião Freitas da Silva e José Ricardo Guimarães Coimbra. Na função de quarto árbitro, Joelson Silva dos Santos, o último paraense a apitar Re-Pa, na semifinal do 2º turno de 2013. De lá para cá, os duelos de Leão e Papão foram confiados a Wilson Seneme (SP), Francisco Carlos Nascimento (AL), Marcelo de Lima Henrique (RJ), Ricardo Marques Ribeiro (MG), Wilton Pereira (GO) e Péricles Bassols (RJ), todos do quadro da Fifa.

Para ler a coluna completa, assine O Liberal Digital!