21 de abril, 2015 - Belém

Hoje, Re-Pa genérico em data nobre para o Leão


Hoje, Re-Pa genérico em data nobre para o Leão

Remo x Paragominas, um Re-Pa genérico e absolutamente decisivo neste feriado em que o futebol remista completa 102 anos. Foi em 21 de abril de 1913 que o Remo fez seu primeiro jogo no futebol, empatando em 0 x 0 com o Guarani, num amistoso, usando camisas com listras horizontais em azul marinho e branco. Escalação: Bernardino; Varrelman, Eurico, Dudu, Aimê, Mamede; Galdino, Mário, Antonico, Dudu Segundo e Rubilar.  Três semanas depois, no dia 13 de maio, o Remo voltou a jogar contra o Guarani e venceu por 4 x 1. Rubilar fez o primeiro gol azulino. De lá pra cá, os números são os seguintes: 4.184 jogos, 2.256 vitórias, 986 empates. 916 derrotas. 8.491 gols marcados, 4.544 sofridos. (Fonte: memorialista Orlando Ruffeil). Por ser eliminatório, o jogo de hoje, contra o Paragominas, tem acentuada pressão para os azulinos. É de alto risco! Decide calendário para o segundo semestre.  

O que leva um time à soberba 

Com salários em dia e torcida empolgada, a tendência é a vaidade levar à soberba, que funciona como inibidor de competitividade. Que o diga o Paysandu! Com salários atrasados e torcida irritada, uma liderança inteligente pode levar à superação, que eleva a competitividade. Que o diga o Remo! E assim o futebol vai dando lições de influência emocional, sobretudo na “era digital”, em que a irreverência dos torcedores chega facilmente ao ego ou aos brios dos atletas. Além disso, ouvi de Ilaílson que foi muito comentado entre os jogadores azulinos o adiamento do jogo do Paysandu contra o Botafogo/RJ, de 8 para 9 de maio, como sendo iniciativa do clube bicolor pela “certeza” de que jogaria a decisão da Copa Verde no dia 6. No Baenão, isso foi explorado como instrumento motivacional. O Remo cresce no sofrimento dos seus profissionais, vítimas de uma gestão desastrosa. Isso é fato! Contudo, levanto uma questão: Esse time estaria tão unido e aguerrido se os salários estivessem em dia? 

Foto: Tarso Sarraf