13 de junho, 2014 - Belém

A trajetória de Roni até o estrelato no Remo


Como Roni ganhou chance no Remo?

Em recente conversa com o colunista, Charles Guerreiro lamentou o fato de o atacante Roni só ter surgido no Remo após sua saída. Do diretor de base Paulinho Araújo, ouvi que por duas vezes pediu a Charles Guerreiro uma oportunidade para o garoto e que Roni chegou a se apresentar, mas não lhe foi dada atenção. Quando Agnaldo de Jesus assumiu interinamente, Paulinho gastou argumentos para convencê-lo a observar o jovem atacante, então com 18 anos. Agnaldo viu, gostou e o lançou contra o São Francisco. Roni já estreou fazendo gol. Fez outros dois no campeonato e se transformou na principal revelação, agora com 19 anos.

A base do Remo produziu as maiores revelações de três campeonatos estaduais, este ano: Roni no Paraense, o lateral esquerdo Anderson Pará (Bahia) no Baiano e o zagueiro Gabriel (River) no Piauiense. Anderson Pará era atacante e virou lateral esquerdo ainda no sub 17 do Leão Azul, de onde saiu para o Santos e chegou ao Bahia. Gabriel foi reserva do sub 20 remista em 2013 e chegou a jogar um Re-Pa no time profissional, mas foi dispensado pelo clube. No River, foi campeão e premiado como melhor zagueiro do campeonato piauiense. Como já fez novo contrato, vai jogar pelo River contra o Remo na Série D.

Vitória de um Brasil bem “Felipão”

Início de Copa com Hino Nacional à capela, tal como fez a torcida paraense no jogo Brasil x Argentina da Copa Rocca, em 2011. Com bola rolando, susto no gol contra de Marcelo, preocupação pelo nervosismo dos brasileiros nos primeiros 15 minutos e a reação de um Brasil bem “Felipão”. Foi valente e competente para fazer 3 x 1 sobre Croácia. Oscar e Davi Luiz foram expressões da bravura e da competência da Seleção Brasileira.

A estreia foi como precisava ser. Difícil para responder ao “oba oba” que se formava no país, emocionante para responder à angústia dos torcedores brasileiros, animadora para transmitir confiança. Afinal, foi apenas o primeiro degrau da escada para a taça mundial. Terça-feira, o segundo degrau, em Fortaleza, contra o México. 

Para ler a coluna completa, assine O Liberal Digital!