24 de maio, 2013 - Belém

Paysandu começa hoje o seu 40º campeonato brasileiro


Papão inicia o seu 40º campeonato brasileiro
       
Quando a bola rolar hoje em Paragominas, às 21h50, para Paysandu x ASA de Arapiraca, o Papão estará iniciando sua 40ª campanha no campeonato brasileiro. Tem 11 na 2ª divisão (71, 80, 89, 91, 96, 97, 98, 99, 00, 01, 06), 19 na 1ª (73, 74, 75, 76, 77, 78, 79, 81, 82, 83, 85, 86, 92, 93, 94, 95, 02, 03, 04, 05) e 8 na 3ª divisão (87, 90, 07, 08, 09, 10, 11, 12). De 1971 a 2012, o Papão só ficou fora em 1972, 1984 e 1988. Tem 733 jogos, com 228 vitórias, 216 empates e 289 derrotas. Fez 907 gols e tomou 1.034. Somente na Série B o Papão tem um total de 201 jogos, com 80 vitórias, 67 empates e 54 derrotas, 280 gols a favor e 243 contra. Nos 39 campeonatos que já disputou, o Papão conquistou dois títulos. Foi campeão da 2ª divisão em 1991 e 2001. Também foi vice da 3ª (Módulo Azul) em 1987. Ano passado conquistou ascensão à Série B como 4º colocado na Série C, junto com Oeste, Icasa e Chapecoense. 
       
A participação na Série B 2013 vai render ao Papão cotas mensais de R$ 337.500,00, de maio a dezembro, além das verbas dos seus patrocinadores, bilheteria, royalties e a receita do programa Sócio Torcedor. Projeção de receita mensal na faixa de R$ 800 mil a R$ 1 milhão. No entanto, R$ 110 mil já estão comprometidos com pagamento mensal de acordos formalizados na Justiça do Trabalho. E esse valor terá aumentos gradativos, já negociados.
 

Maiores artilheiros do Pará
       
Em números acumulados, Ageu Sabiá é o maior artilheiro do Pará em campeonatos nacionais. Marcou 48 jogos jogando pela Tuna, Remo, Paysandu e Tiradentes, de 1989 a 1999. O segundo é Edil, com 37 gols, pelo Paysandu, Remo, Tuna e Castanhal, de 1987 a 2000. O terceiro é Mesquita com 35 gols (33 pelo Remo e 2 pelo Paysandu), de 1975 a 1984. O quarto lugar é dividido por Alcino e Zé Augusto, ambos com 33 gols.
       
Alcino fez todos os seus gols pelo Remo, de 1971 a 1975. Zé Augusto continua jogando, pelo Paysandu, desde 1996. Zé Augusto, 37 anos, é o maior goleador do Papão em campeonatos nacionais, com 32 gols, e fez mais um pela Tuna em 1999.
          
O primeiro foi Rubilota, em 1971, com apenas quatro gols, pelo Remo, na 2ª divisão. O segundo, também foi Remo, foi Dadinho, em 1984, com seis gols na Copa CBF, correspondente à 2ª divisão. No ano seguinte, Paulo César, pela Tuna, com seis gols, empatado com Guilherme do Figueirense/SC, na Taça de Prata (2ª divisão). Em 1991, Cacaio, do Paysandu, com 14 gols, na Serie B (2ª divisão). 2009, foi a vez de Michel, do São Raimundo, com 10 gols, na Série D (4ª divisão). 2010, Bruno Rangel, do Paysandu, com 8 gols, na Série C (3ª divisão).
 

Torcidas de Leão e Papão entre as 10 maiores
        
Enquanto o Parazão se destaca em média de público no ranking dos campeonatos estaduais, com 5.841 pagantes por jogo, superado somente pelo mineiro e pelo paulista, as torcidas de Leão e Papão se destacam entre as 10 maiores no ranking dos campeonatos estaduais de 2013, conforme dados do site www.srgoool.com.br. Eis o top 10 das arquibancadas:
       
1ª -  Cruzeiro (24.532 pagantes por jogo)
2ª -  Corinthians (23.887)
3ª -  Santa Cruz (19.318)
4ª -  Atlético Mineiro (18.261)
5ª -  Remo (15.501)
6ª -  Bahia (14.874)
7ª -  São Paulo (14.558)
8ª -  Vitória (13.177)
9ª -  Paysandu (12.287)
10ª - Ceará (12.072)