16 de julho, 2012 - Belém

Papão aproveita bom momento para enfrentar Fortaleza em crise


 

Papão embalado x Fortaleza inflamado
       

Numa seqüência de boas atuações e vitórias, o Papão é um time embalado. Está sobrando entusiasmo no time e principalmente na torcida bicolor. Astral oposto no Fortaleza, que vem numa seqüência de fracas atuações, derrotas e pressão. Hoje, na estreia do técnico Vica, o tricolor cearense é um time inflamado, disposto a tudo pela reabilitação. A tendência do jogo é o Paysandu mais organizado e o Fortaleza mais valente. O que vai prevalecer? Eis a questão!
       

Quem ditar o ritmo do jogo estará mais perto da vitória. Convém ao Papão um ritmo cadenciado, um jogo tático, a ser resolvido na eficiência coletiva. O Fortaleza precisa ser aguerrido e se impor correria, buscando a vitória na atitude. E não há como dizer que proposta vai prevalecer. No entanto, o Paysandu tem mais domínio de si. Está emplacando um padrão de jogo que passa segurança aos atletas. O time confia na sua capacidade coletiva e nas capacidades individuais, especialmente de Yago Pikachu, Leandrinho e Thiago Potiguar. Por isso e por estar em casa, apoiado por expressiva torcida no Mangueirão, o Papão é mais credenciado para vencer. Só precisa ter seriedade e repetir as atuações anteriores.
 
 
 
                               
Liderança é cearense
       

Mesmo na 8ª posição, com apenas um ponto, o Fortaleza defende hoje a liderança cearense no grupo norte-nordeste da Série C. O líder é o Icasa (7 pontos), por conta da vitória sobre o Águia, ontem, por 2 x 1, num jogo em que o time marabaense foi mais aceso e o time de Juazeiro foi mais objetivo. O Icasa torce fervorosamente pelo Fortaleza como forma de continuar isolado na liderança. O Paysandu voltará a ser líder se vencer hoje. O Águia desabou da 2ª para 7ª posição e voltará a jogar no próximo sábado, em Marabá, contra o outro cearense, o Guarany de Sobral. 
 
 
                            

Leão: pura perda de tempo
       

Após o campeonato estadual, o Remo teve uma semana de espera pela confirmação da entrada na Série D e mais um mês e meio de espera pelo início do campeonato, em plena preparação. Já fez três jogos na Série D e ainda tem jogadores fora de forma, time desentrosado, reforços chegando. O amistoso em Paragominas, sábado, com derrota por 2 x 0, mostrou o atraso do Leão Azul, que precisa se esmerar nos treinos e se superar nos jogos para crescer e ter possibilidade de conquistar o acesso à Série D. Amanhã, no Mangueirão, mais um teste, no amistoso internacional contra o River Plate do Uruguai.

 

 

Para ler a coluna completa, assine O Liberal Digital!