22 de maio, 2012 - Belém

Leão, Papão e Águia em diferentes linhas de contratações



Leão, Papão e Águia em diferentes linhas de contratações


O Remo age na limitação, com contratações modestas, pretensamente cirúrgicas, como Marcelo Maciel, Ratinho e Paulinho. Fica a dúvida sobre o que esperar do lateral Dida. O Águia na precaução, evitando o desconhecido. Só o lateral Ivonaldo foi contratado por referências. Juliano está em Marabá por aprovação de João Galvão. E todos os outros contratados já tinham vestido a camisa aguiana: Marcelo Cruz e Carlão, que foram colegas de Ivonaldo no Uberlândia e por isso o avalizaram, Marabá (35 anos, anunciado ontem) e Peri. Já tinha sido o caso de Wando, que chegou para o 2º turno do Parazão.


No Paysandu, duas palavras: confiança e arrojo. O Papão está apostando todas as fichas na agenda de Roberval Davino. O lateral Régis é o 12º jogador contratado para a Série C, 8º da agenda do treinador. Quem está contratando melhor? A resposta só virá com a bola rolando. Mas é inegável que o Águia está agindo com mais coerência e deve começar o campeonato mais arrumado. Não por acaso o Águia mantém no elenco 75% das contratações que fez na temporada, enquanto o Remo mantém 46% e o Paysandu 40%. Esses dados de aproveitamento, pelos critérios dos próprios clubes, mostraram que fez melhores negócios para suprir suas carências e aspirações.


Domingo, duelo de gerações em Belém


Quando Roberval Davino iniciou a carreira de treinador, em 1984, no CRB, Dado Cavalcanti era uma criança de dois anos. Pela idade, 30 anos, o técnico Dado Cavalcanti, do Luverdense, até poderia ser filho do seu próximo adversário, Roberval Davino, 57 anos. O jogo do próximo domingo, no Mangueirão, vai ter esse duelo de mentalidades distintas, de duas gerações de treinadores vitoriosos. O alagoano Davino tem sete títulos estaduais e um nacional, além de muitos acessos conquistados, principalmente no futebol paulista. O pernambucano Cavalcanti conquistou o primeiro título como técnico logo aos 24 anos, em Rondônia, pelo Ulbra, em 2006. E levou o clube ao bicampeonato rondoniense no ano seguinte. Em 2010 foi premiado como melhor técnico do futebol pernambucano. No currículum, tem ainda o América/RN, Icasa, Central e Ypiranga. Enfim, um treinador precoce!


Paraenses no caminho de Papão e Águia


Dos oito adversários de Paysandu e Águia na Série C, somente o Luverdense e o Salgueiro não têm paraenses. O Fortaleza, primeiro adversário do time marabaense, tem o atacante Cléo, ex-Tuna. No Santa Cruz o volante Chicão, ex-Remo. No Icasa o atacante Paulo Rangel, ex-São Raimundo. No Cuiabá o atacante Leandro Cearense, que apesar do apelido é paraense de Castanhal. No Rio Branco o meia Diego Silva, ex-Independente. No Guarany de Sobral o meia André Mensalão, ex-Ananindeua e Tuna.


O Fortaleza vai trazer de volta a Belém o controvertido goleiro Lopes, que teve conturbada passagem pelo Remo no Parazão 2011 e abandonou o emprego. O Santa Cruz terá a Belém o zagueiro Wagner, de polêmica passagem pelo Paysandu na Série C de 2011. O mais polêmico de todos os que voltarão a Belém como adversários é o atacante Josiel, ex-Paysandu, agora no Cuiabá. Ele saiu corrido de Belém depois da acusação de ofensa às mulheres paraenses. No Facebbok, teria se referido às paraenses como 'Paquitas depois do incêndio'.


Base faz sucesso também no Acre


Se Paysandu e Remo festejam suas revelações na temporada, no Acre o Atlético Acreano garantiu acesso à Série D e vai decidir o campeonato estadual com a garotada que brilha desde a Copa São Paulo. Meio time atleticano é uma meninada que vamos conhecer na Serie D. Dos demais adversários do Remo na 4ª divisão nacional, o mais modesto é o Náutico de Roraima. O Penarol do Amazonas entra no campeonato em aperto financeiro, tanto que entregou o comando técnico ao preparador físico Ronaldo Sperry por não poder aceitar proposta de Charles Guerreiro. O Vilhena tem razoável suporte financeiro e lidera o campeonato rondoniense, mas perdeu no último domingo para o Ji Paraná (1 x 0). É um time reforçado por jogadores do interior de São Paulo e do Mato Grosso. Mais detalhes das informações sobre os adversários do Leão Azul e também de Paysandu e Águia no futeboldosantiago.blogspot.com/.

 

Para ler a coluna completa, assine O Liberal Digital!