07 de setembro, 2014 - Belém

Bernardino Santos


Arte Pará

O mais antigo - e também mais importante - salão de artes plásticas da Amazônia, o nosso Arte Pará, da Fundação Romulo Maiorana, recebe inscrições até 11 de deste mês. Como acontece desde que foi criado, há 32 anos, pelo jornalista Romulo Maiorana, o salão será aberto, oficialmente, na quinta-feira que antecede o Círio. A Fibra (Faculdade Integrada Brasil Amazônia), Supermercados Nazaré e Banco da Amazônia patrocinam o evento.

PMB de casa nova

A Caixa Econômica Federal cedeu à Prefeitura de Belém o imóvel onde, por muitos anos, funcionou, o BNH, na travessa Padre Eutíquio. Todos os setores da prefeitura que funcionam no Palácio Azul serão transferidos para lá, com exceção do gabinete do prefeito, que será mantido apenas para que Zenaldo receba visitas oficiais.  Feita a mudança, o “Antônio Lemos” passará por uma grande restauração e terá o destino de seu vizinho “Lauro Sodré”: será transformado em museu.

400 anos

E por falar em prefeitura, o prefeito Zenaldo bateu o martelo e fixou o final do mês como prazo para que estejam concluída a primeira fase dos trabalhos da comissão que organiza as ações comemorativas dos 400 anos de Belém. Vem muita coisa boa por aí.

Clima

Amigos desta coluna que leem O LIBERAL na Europa, mandam dizer que o pior do verão já passou e que o tempo, mais maluco do que nunca, começou a mudar por lá. Ao contrário de outros anos, agosto não foi o pior mês do verão e, sim, julho. Agora, as temperatura começam a baixar, anunciando a chegada, com bastante antecedência, por sinal, do outono.

Exemplo

Vejam só o que é um bom exemplo. Há alguns dias, a rigorosíssima - e ponha rigorosíssima nisso - Alfândega do aeroporto de Belém, que vasculha malas e detona  produtos de origem animal à frente de todos, abriu a maleta de uma autoridade diplomática, depois de haver sido informada pelo próprio dono da bagagem que trazia um queijo. Só após destruir o produto, o fiscal (já muito conhecido dos viajantes pela forma como que trata os que chegam) soube quem era o proprietário do queijo e se desculpou. O senhor, finíssimo, deu o exemplo, dizendo que a lei era para todos. Carteirada, nem pensar.  

Axé

O Ilê Asé Agaro Nile promove, até amanhã, a tradicional Festa do “Caboclo Jaguarema”, em comemoração aos 30 anos do caboclo brasileiro da tribo Guarani. No local do evento, serão montados estandes com exposição, publicações sobre a fundação e origem da festa e mostra fotográfica com trabalhos de Guy Veloso e Walter Vieira e da figurinista Edivânia Câmara, com indumentária intitulada “Jaguarema, um caboclo brasileiro 30 anos de festividade”. O babalorixá Walmir da Luz Fernandes, coordena o evento desde 1984, que acontece no templo de cultura Yorubá, no Bengui. Viva a diversidade religiosa!

Bastidores

Na coluna “Nos Bastidores”  de hoje, assinada pelo confrade e amigo João Carlos Pereira,  publicada aos domingos no primeiro caderno de O LIBERAL, é claro, a segunda parte da entrevista com a esotérica Suely Cals. A primeira foi um tremendo sucesso.

Atleta

O odontólogo, folião e atleta gente boa Luiz Guilherme Pereira acaba de chegar do Rio de Janeiro, onde correu a meia-maratona da Cidade Maravilhosa. Aos 78 anos e dono de uma forma física de dar inveja a muito malhado & sarado de academia, ficou entre os primeiros classificados da sua categoria. A esposa Rita Câmara fotografou todo desempenho de Luiz Guilherme pelo cenário encantador do Rio. Esse feito não é surpresa para quem vê o ex-presidente do Quem São Eles correr, todos os dias, sete dias por semana, pelas ruas de Belém.

Livros à mancheia

As bibliotecas do Tribunal de Justiça do Estado, agora concentradas no edifício sede e totalmente repaginadas, vão ganhar, em breve, um acervo de sete mil títulos impressos. A licitação para compra acontece esta semana. Como dizia o poeta Castro Alves, “Oh! Bendito o que semeia/ Livros, livros à mancheia/ e manda o povo pensar...”

Homenagem

O desembargador Leonam Cruz vai ser homenageado pela Ordem dos Advogados do Brasil, secção do Pará, durante a VI Conferência doa advogados do Estado do Pará, no dia 11 deste mês, às 19h30, no Hangar, quando receberá uma medalha da Ordem. Leonam participará de uma das mesas de trabalho, juntamente com o presidente do STJ, ministro Francisco Falcão. 

VITRINE


  •  Renata Cardim Lima e Helio Gueiros Neto se casam no dia 3 de outubro, em cerimônia realizada na Primeira Igreja Presbiteriana de Belém, com recepção na Usina 265. Os noivos são filhos de José Maria de Lima (in memoriam) e Maria do Socorro Souza Cardim e de Mônica e Hélio Gueiros Jr. 
  •  Angela Sbrama comemora o certificado de excelência concedido pelo site de turismo e gastronomia Tripadvisor ao restaurante italiano que comanda.
  •  O jornalista Walbert Monteiro vai lançar, até o final de setembro, um blog que terá seu nome. 
  •  Geraldo Barros ofereceu uma programação especial neste final de semana em seu hotel de Salinas. Teve até passeio turístico por comunidades de pescadores.
  •  E por falar em lua de mel, Márcio Santos e Lygia Soares fazem temporada nos Estados Unidos.
  •  Celinha Jacob e Francisco Cardoso trocaram Mosqueiro por Salinas - mas  só neste feriado. O casal continua fiel aos encantos da  bucólica.
  •  Algumas cobras mudam de pele; outras, de roupa. 
  •  Os recém casados Daniele Charone e José Maria Lopes continuam curtindo Paris em lua de mel. Retornam na semana que vem. Paris... Ah! Paris...
  •  Vale a pena passar pelo Parque da Residência para visitar o orquidário. As flores estão de volta ao local, dando mais vida e beleza àquele espaço.
  •  Dê flores para Belém. Ajude a embelezar os jardins e as praças. A cidade vai agradecer.
  •  Osório Jr. e Jorge Daher vão estar novamente com seus espaços gastronômicos na Casa Cor. A versão 2014 vai acontecer no Shopping Boulevard. 
  •  Bom dia para dona Maria do Carmo Cascaes, leitora desta coluna bem cedo, na hora do café da manhã.
  •  Cantinho da poesia: “O mundo meu é pequeno, Senhor./Tem um rio e um pouco de árvores./Nossa casa foi feita de costas para o rio./Formigas recortam roseiras da avó./Nos fundos do quintal há um menino e suas latas maravilhosas.” (Manoel de Barros).
  •  Desejo um domingo luminoso e pleno de paz. Amanhã, se Deus quiser, estarei aqui novamente.  Agora, se me dão licença, a Musa me chama.