26 de agosto, 2016 - Belém

Bernardino Santos


Os advogados Prietro Rodrigues, Jorge Borba, Kellem Serrão, Kelly Garcia e o major Lerry Texeira estavam entre os muitos amigos que prestigiaram o lançamento do livro de Osvaldo Serrão

Vernissage

Fernando Gurjão Sampaio: estreia no espaço cultural do TRT8Belém vai conhecer hoje, pelo menos de modo oficial, um artista que tem tudo para brilhar em qualquer lugar. Fernando Tupiassu Gurjão Sampaio é advogado e sempre gostou de desenhar. Aos poucos, foi desenvolvendo estilo próprio e, quando se viu, havia um artista. Muita gente já viu seus trabalhos na internet, mas muito do que será apresentado hoje ao público, no espaço cultural do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região é inédito. O vernissage está marcado para as 11 horas da manhã e o professor e também artista plástico Emanuel Franco assina a curadoria. A individual tem o sugestivo nome de “Vertigem de Linhas”.

Música portenha

Um grande espetáculo baseado na música de Piazolla e Gardel estreia hoje e fica em cartaz até domingo, no Theatro da Paz, integrando a programação do Festival de Ópera. O grande destaque da apresentação será a cantora mexicana Eugenia León, que dividirá o palco com o tenor carioca Fernando Portari e o bandeonista argentino Martin Mirol.

Walter saudade

Foi um grande sucesso a abertura da mostra de aquarelas de Walter Bandeira que, se estivesse entre nós, completaria, semana que vem, 75 anos. Montada no Museu da UFPa, a exposição reúne o que de melhor ele deixou e muitos trabalhos estão à venda. Walter Bandeira, além de uma pessoa maravilhosa, era um artista completo. Ele faz muita falta a este mundo.

Edithe Pereira e Jussara Derenji comemoram o sucesso da mostra de aquarelas de Walter BandeiraCasamento 

Um novo Casamento Comunitário será celebrado pelo judiciário paraense, amanhã, no Fórum Cível de Belém. Setenta casais estão habilitados para oficializarem seus relacionamentos, sem custo algum. A juíza Margui Bittencourt ouvirá o “sim” dos noivos.

Ação de verdade

Enquanto governos do mundo todo manifestaram solidariedade verbal às vítimas do terremoto na Itália, a conferência episcopal italiana abriu o cofre e tirou de lá um milhão de euros para as primeiras necessidades. O Papa mandou bombeiros para ajudar. Isso, sim, é agir.

Machucou

Amigo desta coluna, que acaba de chegar de Portugal, me contou que assistiu, cheio de tristeza, a algumas reportagens da TV local sobre o Rio de Janeiro, dias antes da Olimpíada começar. Os problemas estruturais eram mostrados e, entre uma denúncia e outra, ouvia-se o irônico refrão da música “cidade maravilhosa”. Tudo bem que o Rio não é um portal do paraíso e está longe de ser, mas a cutucada, desnecessária, doeu.  

Edy-Lamar d´Oliveira cobre de carinho a poeta Celeste ProençaAutógrafos

Pelo menos um escritor paraense vai autografar livro na Bienal de São Paulo. Trata-se de Lucas Rezende, que marcou lançamento do romance “Não quero ser lembrado” para amanhã. A obra sai com o selo da editora Empírio”, de Fábio Laredo. Os pais do autor, Lola e Ricardo Rezende, embarcam hoje para São Paulo, para acompanhar de perto a sessão de autógrafos.

Cinema

Em parceria com a Associação de Críticos de Cinema do Pará, a Faculdade Integrada Brasil Amazônia exibe, com entrada franca, amanhã, às 18h, no auditório, o longa-metragem italiano “Profumo di Donna” (Perfume de Mulher), dentro da programação do Projeto Cine Fibra.

VITRINE


  •  O músico Paulo Pereira lança amanhã, na boate “Aquárius” da AP, durante o jantar dançante, seu novo CD intitulado “Coletâneas”.
  •  O jornalista e “imortal” Álvaro Martins viaja hoje para São Paulo, a fim de participar da Bienal do Livro. Vai se encontrar com o confrade Denis Cavalcante.
  •  O empresário Salim Pinheiro, presidente do Sindmaco, comemora hoje mais um ano de vida. Os festejos serão ao lado dos familiares e amigos.
  •  A notável Leomira Affonso é expert em unha de caranguejo. Conhece todos os lugares onde são produzidas as melhores de Belém. 
  •  Mestre Pedro Veriano, como sempre, acertou na mosca: “Café Society”, de Woody Allen, não entrou numa sala de shopping em Belém. Enquanto isso, o cinema comercial domina as salas.
  •  Saber, você sabe, todo mundo sabe, mas nunca é demais repetir: quem faz e acontece, seja com o titular, seja com o interino, no Bernardino aparece. E brilha. 
  •  Jussara Derenji conseguiu, com um orçamento apertadíssimo (e ponha apertadíssimo nisso!), montar a exposição comemorativa dos 75 anos de Walter Bandeira e ainda montou uma oficina de aquarelas. Quem sabe fazer, faz.
  •  Bom dia para o amigo e advogado Eudiracy Alves da Silva, leitor desta coluna, bem cedo, na hora do café da manhã.
  •  Cantinho da poesia: “transforma-se o amador na cousa amada,/Por virtude do muito imaginar;/Não tenho logo mais que desejar, pois em mim tenho a parte desejada”. Camões
  •  Mensagens para esta coluna, pela parte da manhã, através do email jcparis@orm.com.br
  •  Desejo que esta sexta-feira seja feliz e plena de paz. Amanhã a coluna tira o dia para descansar porque, afinal de contas, como diria o “poetinha”, é sábado. Mas no domingo, se Deus quiser, novamente aqui. Interinamente, é claro.
  •  João Carlos Pereira